Quinta-feira, 26 de Janeiro de 2006

Indecências

482599.jpg

Quantas esteiras de luz se acendem quando me tocas?

Milhares de estrelas espetam meus dedos rios se perdem deixando em abandono os seus leitos.

E um atropelo de veias sangue correndo veloz sem saída.

Tantas farpas me cortam a pele tantos frios eriçam meus pelos quando me tocas...

Eu ardo febril

- tantas chamas - e tremo de medo

- quantos gelos - quando me tocas...

Tantas catástrofes tumultos revoltas provocas em mim.

Alteram-se os sais queimam-se calorias e quantas loucuras submetes minha química quantas queimaduras me causa a tua pele.

A quantos perigos me exponho quando me tocas...

(Miriam Portela)

b.jpg 

publicado pela Diabinha às 15:37

link do post | comentar | favorito
|
10 comentários:
De Nekynho a 13 de Fevereiro de 2006 às 09:02
Quando a paixão nos queima, não há companhia de bombeiros que nos valha :o)
Boa xemana :o)
Baci :o)
De Ana Luar a 8 de Fevereiro de 2006 às 15:51
Para diabinha até que és uma fofa....adorei o blog...o texto tudinho, tudinhoooooo na maior perfeição.
De Ana Luar a 8 de Fevereiro de 2006 às 15:51
Para diabinha até que és uma fofa....adorei o blog...o texto tudinho, tudinhoooooo na maior perfeição.
De Carlos a 7 de Fevereiro de 2006 às 20:02
Temer o amor é temer a vida e os que temem a vida já estão meio mortos.
De Diabinho a 6 de Fevereiro de 2006 às 14:07
UAU.... bjs
De zzeca a 5 de Fevereiro de 2006 às 20:00
Belo o teu poema. É um grande sentimento que nasce e o perigo a que te expões, chama-se prazer. O perigo do prazer, e isso é muito bom, não é? Um beijo grande.
De DIOGO a 4 de Fevereiro de 2006 às 11:47
ADOREI DIABINHA VISITA O MEU BLOG E DIZ O QUE ACHAS
De Carlos a 4 de Fevereiro de 2006 às 11:38
Simpatia - é o sentimento
Que nasce num só momento,
Sincero, no coração,
São dois olhares acesos
Bem juntos, unidos, presos
Numa mágica atração
Simpatia - são dois galhos
Banhados de lindos orvalhos
Nas mangueiras do jardim
Bem longe às vezes nascidos
E que se abraçam por fim
São duas almas bem gémeas
que riem no mesmo riso
Que choram nos mesmos ais
São vozes de dois amantes
Duas liras semelhantes
Ou dois poemas iguais
Simpatia ...
É o canto de passarinho
É o doce aroma da flor
São nuvens num céu d' Agosto
É o que m' inspira teu rosto...
- Simpatia - é quase amor!
De marta a 31 de Janeiro de 2006 às 10:06
A tua amizade, o que é isso?

Será que é respeito

Mas não preciso disso !

O que eu preciso é o que está dentro do teu peito

Para nos momentos de solidão e tristeza

Saber que posso contar contigo

Ter a tua sinceridade e a tua franqueza

Poder-te chamar meu amigo

Poder-te chamar irmão companheiro

Para que na felicidade seres o meu vôo

Voar contigo pelo mundo inteiro

Mostrar-te realmente quem sou.

Dar a vida por ti, isso é facil de dizer

Mas digo-te do fundo do coração

Por ti sou capaz de morrer

Meu amigo, meu irmão

Quando na escuridão não vires o caminho

Lembra-te que hà sempre uma saída

Estarei contigo, não estarás sozinho

Juntos vamos vencer na vida.

De pedrovieira@hotmail.com a 4 de Fevereiro de 2007 às 14:30
adorei tudo fantastico, muitos parabens.não tenho palavras.

Comentar post

.Mais sobre a Diabinha

.Pesquisas quentes

 

Já esteve aqui....

...estas vezes:

.Diabruras recentes

. Feliz Natal...

. Não se deve mentir...

. Cultura de alguns países....

. A Nova Bandeira

. Bolo do Amor

. Educação no tempo de sala...

. Máquina de sabonetes!!!

. Feliz dia dos namorados

. 19 coisas verdadeiras...

. Poesia da Matemática

. Boas Festas

. Fazendo amor...

. Parabens....

. HOMEM...

. Oração para as relações s...

.Diabruras arquivadas

. Dezembro 2008

. Novembro 2007

. Setembro 2007

. Julho 2007

. Maio 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

.Já Passaram


.Selo da Diabinha

*.* A Diabinha *.*

.Som dos infernos



Pedro Abrunhosa
Diabo no corpo


Daniela Mercury
Vermelho


.tags

. o sabor das mulheres

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds